ponte koeler PB big

Quando você menos imagina…

Pode ser verão. Pode estar absurdamente quente. Mas, quando menos se espera, o nevoeiro desce sobre as ruas e rios de Petrópolis, fazendo da cidade um cenário deliciosamente surreal. Também conhecido como “fog” (pelos londrinos), pelo mais convencional “neblina” ou pelo assumidamente popular “ruço” (de “embaçado”, não confundir com o “russo”, de quem nasceu na Rússia), o que importa é que as nuvens baixas são a cara da Cidade Imperial. Há coisa de poucos anos, toda Petrópolis ficou envolvida pelo nevoeiro em pleno Natal. Enquanto no Rio de Janeiro, 800m abaixo, os termômetros batiam acima dos 35 graus (à noite…), a Rua do Imperador exibia milhares de luzes natalinas escondidas pelas nuvens. Legal.